Mod-2-Ceci-2.jpg

Movimento

"Cadê a Cachaça?!"

Olá, tudo bem com você?
Quero contar um pouco da minha história, e por que decidi lançar este movimento.
Sou a Cecils – Cecília Helena –, e comecei a trabalhar no segmento de bebidas em 2012, passei a ter um contato mais próximo com bebidas de forma geral, conhecendo melhor vinhos, espumantes, cervejas e destilados. E ela que me arrebatou!

 

Sim, ela, a marvada, a água que passarinho não bebe, a rasga peito e tantos outros nomes ela recebe.

Para mim, é a joia engarrafada, a nossa joia engarrafada: a Cachaça!
A Cachaça revelou-me um universo muito particular, por meio de sua história e suas peculiaridades em cada detalhe – desde a produção, envelhecimento, aromas, sabores e suas vestimentas. Tornei-me uma Cachaceira de carteirinha e passei a registrar tudo o que via e conhecia durante minhas visitas a engenhos, alambiques e destilarias pelo Brasil.
Comecei a compartilhar essas experiências com amigos próximos e com grupos especializados. Um dia, alguém me disse “Você precisa publicar isso, para que o mundo tenha a mesma sorte que nós de conhecer essas joias através dos olhos de uma pessoa apaixonada e tão espontânea como você.” E, assim, nasceu A Louca da Cachaça!!
Comecei a gravar os vídeos com mais frequência e máxima naturalidade possível, apresentando detalhes de particularidades de cada produção, e mostrando em cada visita que fazia, claro, o prazer em cada gole.

Servico_Garrafas-01.jpg

Nas idas a bares ou restaurantes, notei que poucos deles ofereciam boas Cachaças para se degustar e apreciar “com estilo e elegância”

E eu me perguntava “Cadê a Cachaça?!”

Criei camisetas com o slogan, pois queria que se lembrassem de mim, por onde eu passasse. E o sucesso das camisetas foi grande, e sempre me perguntavam quando elas estariam à venda. Eu sempre respondia “Um dia... um dia....”, e esse dia chegou.

Percebi que o slogan tinha um apelo maior do que apenas uma frase de camiseta. Ele deveria tomar força, para que pudéssemos chegar a qualquer restaurante, bar, botequim e poder pedir a nossa joia engarrafada, de qualidade. Entendi que só um grande movimento, com essa frase espalhada pelos quatro cantos do país, poderia contribuir para a mudança que vem acontecendo na história da Cachaça. Assim criamos o movimento “Cheguei! Cadê a Cachaça?!”, de valorização da nossa bebida nacional.

 
PicsArt_03-28-08.58.11.jpg

Quer participar deste movimento?

Coloque essa frase no peito e venha conosco!!

A Cachaça merece, e precisa de mim, de você, de nós todos!